ROI. Você sabe qual é o retorno do investimento feito em treinamento?

Tempo e recursos. Aí estão dois grandes investimentos feitos pela empresa para que o Programa de Treinamento saísse do papel e tomasse forma. Mas será que o investimento foi positivo? Eis a pergunta que todos querem a resposta.

Quando a empresa decide investir em Programas de Treinamento, é porque ela tem alguns objetivos. Listamos alguns deles e gostaríamos que você sinalizasse quais deles tem a ver com os objetivos da sua empresa.

Vamos lá, agora é com você!

Devemos entender que o treinamento é parte de um processo, mas não pode ser visto como o salvador da pátria. Treinar é importante sim, mas também é preciso que outras ações da empresa estejam em comunhão com o Programa de Treinamento.

Vejamos um exemplo. Um novo produto é lançado pela empresa. O Marketing dispõe, para esse novo produto, de uma ação efetiva de lançamento; o Departamento Comercial define o preço de entrada desse produto no mercado; mas, se a área de treinamento não capacitar toda a empresa sobre esse novo produto, a produção não atenderá a área de inovação (que planejou o produto!); os vendedores não atingirão as suas metas e o marketing não será “feliz” com a sua ação.

É preciso entender que as áreas se complementam. De nada adianta criar o produto mais fantástico dos últimos tempos se ninguém souber como usá-lo, como vendê-lo, como produzi-lo, como responder as dúvidas e por aí vai.

Se a empresa não “enxergar” o todo, não sairá do lugar. E essa junção (essa liga!) quem dá e oferece para o negócio é a área de treinamento. Pode apostar!

Como esse tema – ROI – rende muito papo, vamos voltar a falar sobre ele nos próximos artigos desse canal. Contamos com você! Até a próxima.

Deixe seu comentário: